domingo, 25 de julho de 2010

Iniciação

"BASEADO EM QUE?"
Gíria, termo, dialeto, o que será? Não sabemos ao certo como denominar, o que sabemos é que vicia! Hahahaha
Foi exatamente nesse local (ao lado) em que o mesmo foi dito pela primeira vez com tanto enfoque, mostrando a minha indignação em relação à piscina de água verde que não ficava cheia por nada.
Era início de Janeiro 2010 quando a Prof (Vivi, ao meu lado) e Eu (esquerda) chegamos de penetras, no "Espaço Irion", residência onde o nome do blog foi citado. Não conhecíamos ninguém além da Ju (ao meio), que era amiga da dona da casa. Novas amizades, novas aventuras, novos "amores", novas brigas, novas experiências. Tudo muito novo, literalmente.
Foi um verão muito louco, cheio de alegrias, bebedeiras e confusões. Tanto que, logo no primeiro dia, ganhei meu apelido que tenho até hoje e acho que terei por muito tempo ainda: Quindim. Apelido dado pela Fran (dona da casa) em um momento "up" em que ela se encontrava. Hehehehe
Dentre todos os termos que usamos o verão inteiro, "tenso", "ridícula(o)", "coquinho", "tudo bem!", "pra mim chega" e "eu quero morrer", o "baseado em que?" foi citado pela minha pessoa em plena manhã de sábado, por volta das 6:00, enquanto a Ju esperava a piscina encher. Ela estava sentada há mais ou menos 15 minutos de cabeça baixa (imaginei que tivesse dormindo) e eu em pé ao lado dela. Lá pelas tantas, ela se cansou e entrou na casa. Quando a Fran (que tinha ido levar o lixo) voltou, começou o diálogo:
Fran - O Quindim, essa piscina tá enchendo?
Eu - Acho que não!
Fran - Putz! Será que essa merda tá com problema?!
Enquanto isso, a Ju volta pra rua..
Ju - A piscina tá enchendo SIM!
Fran - O Quindim disse que não.
Eu - Ju, "baseado em que" tu diz que essa piscina tá enchendo? Eu to cuidando aqui e não to vendo nada diferente.
Ju - Mas era só o que me faltava. Eu to sentada na frente dessa merda faz mais de meia hora e, tu vem me perguntar baseada em que eu to afirmando que ela ta enchendo?
Fran - HAHAHAHAHAHAHAHA!
A cena foi tão cômica, que a citação virou motivo de riso para o resto do ano. Tanto pela minha indignação, quanto pela indignação da Ju. Bom, certo que desse momento em diante a citação se tornou parte de nosso vocabulário diário. Hehehehe
No decorrer de minhas postagens, com certeza contarei melhor essa história e muitas outras, mas por enquanto ficaremos apenas com essa introdução ao nome do Blog. Espero que saiba me expressar ao escrever nessa ferramenta virtual (que por incrível que pareça, para mim é nova "em nível" de manuseio). Não sei ao certo ainda como findar uma postagem, mas acho que era isso! Fui!

Nenhum comentário: