sábado, 2 de outubro de 2010

...sofrer por algo que você não consegue mudar? Levante a cabeça e siga em frente!

Pois é galera, estou bem melhor essa semana. Acredito que fiz o que devia. Acredito que coloquei uma "vírgula" no que estava me deixando meio tonto.

Na quarta-feira, quando saí da empresa, um amigo me ligou avisando que faríamos uma janta em Canoas. Encontrei esse tal amigo no centro e fomos de trensurb até o local do "mini evento". Chegando lá, nos reunimos com o restante do pessoal e jogamos um pouco de conversa fora antes de jantarmos. Após comermos, fui até a cozinha a fim de arrumar a louça e o motivo da minha "depre" foi novamente me perguntar o porque de eu estar tão estranho.

Lembram do post sobre o "encontro às escuras"? Então, conheci a tal menina e, por incrível que pareça, me deixei enamorar por ela. Sinceramente, não entendo como isso aconteceu. Não sei mesmo. Apenas aconteceu. Infelizmente o gostar não é recíproco, ou seja, a criatura não tem o mesmo sentimento que eu, me quer apenas como amigo. Enfim, eu já havia descoberto isso quando nos conhecemos, mas meu interior dizia que deveria tentar do mesmo jeito.

Bom, voltando a janta na casa do Mau no momento em que eu decidi "me abrir" para a prenda. Já que ela queria tanto saber o motivo do meu modo estranho de agir, resolvi explicar-lhe tudo. Nos dirigimos até o escritório e começamos o debate*. Falei tudo que eu estava sentindo, tudo que estava me deixando zonzo, afinal, tudo o que ela tinha causado em mim. Ela ouviu, argumentou e no final das contas, acabamos como amigos.

Graças a Deus eu consigo diferenciar muito bem uma coisa da outra e saberei agir normalmente em cada situação. Continuaremos a sair juntos (no mesmo grupo de amigos) e com certeza esse "gostar" vai passar. Vou seguir em frente com o olhar no horizonte, como já fiz muitas em vezes em outras situações e, sei que e o sentimento de amizade prevalecerá em ambas as partes.

"O mundo dá voltas" foi uma expressão que ela usou em nossa conversa. Concordo! Afinal, quem melhor do que eu para saber disso? Só espero que quando ele completar essa volta possamos estar em paz e ambos de bem consigos mesmos a ponto de saber lidar com as armadilhas da vida.

*Debate: sou Escorpiano e a mesma Leonina. Logo, não preciso explicar os restante do porque de usar o termo "debate".

Abração e bom final de semana a todos!


Nenhum comentário: